Defesa: Rafael de Carvalho Mendes

Defesa: Rafael de Carvalho Mendes

01:57 hrs. ÁGORA LATACI 0

Título: Gestão do Conhecimento aplicada ao Modelo de World Class Manufacturing: Proposta de método que suporte a gestão de quick-kaizens

Data: 23/11/17
Horário: 14:30

Local: UNA – Campus Guajajaras – Exibir mapa ampliado

RESUMO

Este projeto apresenta uma proposta de integração entre a Gestão do Conhecimento (GC) e o World Class Manufacturing (WCM) no setor automotivo, tendo por objetivo prescrever um método com base nas teorias da GC – em especial a teoria que se refere aos contextos Capacitantes – que potencialize o processo de geração e captação de ideias de melhorias operacionais (denominadas quick-kaizens) dentro do modelo WCM. A construção deste método se deu pelo uso da metodologia de pesquisa Design Science Research, com base no paradigma Design Science, que é um paradigma centrado na construção de soluções práticas para problemas reais, e com grande potencial para a “aproximação entre teoria e prática, academia e sociedade, acadêmicos e praticantes” (SORDI; MEIRELES; SANCHES, 2011).  Este trabalho apresenta, inicialmente, os resultados de uma investigação de natureza teórico-conceitual visando desenvolver uma visão abrangente e atual sobre a GC, o WCM, e como esses construtos se relacionam. As fontes primárias da revisão que suporta a pesquisa foram as bases Web Of Science, Emerald, SciELO, Spell, Ebsco e Scopus, consultadas para o período de 2000 a 2016. Também foi consultado o Google Acadêmico, para o mesmo período, como fonte de pesquisa livre para complementação da mesma. Foram priorizados os artigos publicados em periódicos de classificação QUALIS CAPES B2 até A1, conforme classificação disponível na Plataforma Sucupira para a área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo referente ao Quadriênio 2013-2016. A análise dos trabalhos selecionados mostrou que, apesar de o modelo inicial do WCM ter evoluído para um “novo WCM” na década de 2000, ainda existe na literatura um foco muito direcionado aos aspectos conceituais amplos e em métodos e ferramentas de base, como Total Quality Process (TQP), Total Productive Maintenance (TPM) e Just-in-Time (JIT), todos eles originados do Sistema Toyota de Produção. Esse cenário deixa transparecer a necessidade de estudos mais voltados ao ambiente atual das empresas ligadas ao “novo WCM” e aos seus Métodos e Ferramentas, e por esse motivo o presente trabalho buscou explorar também a análise documental de manuais e apostilas relacionadas ao modelo, em especial a vertente aplicada em empresas de autopeças em Minas Gerais. Em relação à Gestão do Conhecimento, concluiu-se que é um construto amplamente consagrado na academia, e em pleno desenvolvimento, uma vez que o número de artigos retornados nas bases de pesquisa consultadas demonstra que as publicações com o termo Knowledge Management no título a partir do ano 2000 é dez vezes maior do que o somatório de todos anos anteriores. Apenas um artigo abordando de forma explícita a interação das teorias da GC com o WCM foi encontrado nas bases pesquisadas, reforçando a carência da aproximação teórica destes construtos. A partir dos resultados encontrados foi possível identificar tanto lacunas entre as duas teorias (sendo essas lacunas direcionadoras para a construção do método) como também ferramentas dentro do WCM contemporâneo compatíveis com a ótica das teorias da GC. Deste modo, foi proposto o método denominado Método de Relações FAVA, ou somente “R-FAVA”, tendo por objetivo, com sua aplicação futura, potencializar os resultados esperados e alcançados com a implementação do WCM praticado pelo mercado por meio de uma exploração mais efetiva do conhecimento – em especial o conhecimento operacional – presente nestas organizações.