https://lataci.org/journal/index.php/apprehendere/issue/feed APPREHENDERE - Aprendizagem & Interdisciplinaridade 2019-02-17T09:41:57-05:00 Max C Mattos apprehendere@lataci.org Open Journal Systems <p>Periódico (ISSN 2596-0458) criado para registro da produção tecnológica oriunda de trabalhos de pesquisa em cursos de graduação de diversas áreas, e de cursos de especialização lato sensu. Prioritariamente serão considerados trabalhos relacionados a projetos com integrantes de, no mínimo, dois cursos de áreas diferentes.<br>Este periódico integra uma trilogia criada com a intenção de envolver a pesquisa como parte integrante da formação do indivíduo. As três fases correspondem a um contato progressivo com a produção científica:&nbsp;um caminho inicial na <strong>formação básica</strong> (TAO – Educação Básica &amp; Conhecimento); um “agarrar-se ao conhecimento” na <strong>graduação</strong>&nbsp;e <strong>pós-graduação lato sensu</strong> (APPREHENDERE – Aprendizagem &amp; Interdisciplinaridade), e a construção de conhecimento no <strong>Mestrado e/ou Doutorado Profissional</strong> (TEKTON – Aprendizagem &amp; Produção de Conhecimento).</p> https://lataci.org/journal/index.php/apprehendere/article/view/41 ANÁLISE TÉCNICO-ECONÔMICA DO BENEFICIAMENTO DE RCD 2019-01-30T17:21:43-05:00 Cristiane F. Pimenta cristianepimenta@ambiencia.org Henrique F. Ribeiro henrique@ambiencia.org Luisa Ferolla Spyer Prates luisaferolla@ambiencia.org <p>A maioria dos municípios brasileiros é ineficiente no manejo dos resíduos de construção e demolição (RCD) (FUKUROZAKI, SEO 2004). Dentre as opções para destinação dos resíduos, a reciclagem possui destaque por transformar os resíduos em novos recursos, sendo uma excelente alternativa por minimizar os problemas ambientais e também pela possibilidade de gerar recursos financeiros. Considerando isto, o trabalho tem como objetivo o detalhamento dos requisitos técnicos e econômico-financeiros mínimos a serem considerados para a implementação de uma usina de beneficiamento da fração Classe A dos RCD. No estudo foram detalhadas alternativas de usinas em três diferentes escalas 30, 40 e 80 t/hora.</p> 2019-01-30T17:19:33-05:00 Copyright (c) 2019 APPREHENDERE - Aprendizagem & Interdisciplinaridade https://lataci.org/journal/index.php/apprehendere/article/view/40 ALTERNATIVAS TECNOLÓGICAS PARA TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS 2019-01-30T17:21:43-05:00 Luisa Ferolla Spyer Prates luisaferolla@ambiencia.org Cristiane F. Pimenta cristianepimenta@ambiencia.org Henrique F. Ribeiro henrique@ambiencia.org <p>A destinação final dos resíduos sólidos urbanos (RSU) ainda se resume, em quase todo o território brasileiro, no aterramento dos materiais sem qualquer processamento prévio (SNIS, 2018) o que vai de conflito com a atual Política Nacional de Resíduos Sólidos, estabelecida pela Lei nº 12.305/2010. Alternativas ao não aterramento de resíduos tendem a gerar maiores benefícios a longo prazo, com destaque para a diminuição do passivo ambiental gerado pelos aterros sanitários. Sendo assim, o presente estudo apresenta as principais alternativas existentes, com objetivo de fundamentar e a apoiar a tomada de decisão de gestores municipais na escolha da melhor forma de destinação dos RSU. No estudo foram avaliadas e comparadas seis (06) tecnologias de tratamento dos RSU: compostagem, digestão anaeróbia, incineração, gaseificação, pirólise e plasma.</p> 2019-01-30T17:19:53-05:00 Copyright (c) 2019 APPREHENDERE - Aprendizagem & Interdisciplinaridade https://lataci.org/journal/index.php/apprehendere/article/view/39 CARACTERIZAÇÃO GRAVIMÉTRICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS: PROPOSTA METODOLÓGICA E RESULTADOS ALCANÇADOS 2019-01-30T17:21:43-05:00 Diogo Caiafa Moreira Lopes de Faria diogo.ecologo@gmail.com Pedro Henrique Garcia Alcântara pedro@yacamimsustentabilidade.com <p>A regulação do setor de saneamento no Brasil (Lei 11.445/07) e, especificadamente, resíduos sólidos (Lei 12.305/10), impõe aos titulares dos serviços públicos de saneamento básico a elaboração dos Planos de Saneamento Básico e Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Esses Planos são instrumentos legais que, basicamente, diagnosticam e projetam o futuro dos territórios. Nos Planos de Resíduos Sólidos, como conteúdo mínimo à atividade de “Diagnóstico”, deve-se constar a caracterização física dos resíduos, determinada pela técnica da “análise gravimétrica”. Os autores trabalharam em processos de implantação e consolidação de coleta seletiva em municípios e de modo a atender às normas técnicas brasileiras e simplificar os procedimentos de coleta e segregação, conforme a técnica japonesa. É apresentada a proposta metodológica e os resultados alcançados em dois municípios mineiros.</p> 2019-01-30T17:20:13-05:00 Copyright (c) 2019 APPREHENDERE - Aprendizagem & Interdisciplinaridade https://lataci.org/journal/index.php/apprehendere/article/view/31 PROPOSTA DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS PARA UM RESTAURANTE SELF SERVICE EM BELO HORIZONTE – MG 2019-01-30T17:21:44-05:00 Renata Kércia Moreira Martins renatakercia0806@gmail.com João Victor Oliveira Borges oborges.joao@gmail.com Gisele Vidal Vimeiro giselevv@yahoo.com.br <p>O objetivo do presente trabalho foi elaborar uma proposta de gerenciamento de resíduos sólidos em um restaurante <em>self service</em> que tenha como premissa os conceitos de redução, reutilização e reciclagem. A pesagem dos resíduos foi realizada no período de maior geração na semana, com a utilização de uma balança digital de 50 kg. Foram confeccionadas peças de artesanato a partir dos resíduos gerados pelo estabelecimento com a finalidade de promover a educação ambiental. Ao final do projeto, mudanças de hábitos dos funcionários e interesse dos clientes em reciclagem foram relatados pelo gestor do restaurante. Foram realizadas propostas de gerenciamento de resíduos sólidos, tais como a utilização de porta-talher, controle mais preciso do número de refeições servidas diariamente e aproveitamento máximo dos alimentos. Para que se consiga êxito em trabalhos como esse, a participação de todos atores envolvidos no processo é necessária, fazendo com que o gerenciamento ocorra continuamente.</p> 2019-01-30T17:20:31-05:00 Copyright (c) 2018 APPREHENDERE - Aprendizagem & Interdisciplinaridade https://lataci.org/journal/index.php/apprehendere/article/view/42 O O CUSTO DA GERAÇÃO DE RESÍDUOS EM OBRAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL 2019-02-17T09:41:57-05:00 Henrique F. Ribeiro henrique@ambiencia.org Luisa Ferolla Spyer Prates luisaferolla@ambiencia.org Cristiane F. Pimenta cristianepimenta@ambiencia.org <p>Uma das grandes dúvidas relacionadas ao gerenciamento de resíduos na construção civil remete-se ao custo da geração de resíduos. Muitas vezes o foco concentra-se apenas no custo de transporte/destinação dos resíduos, representado pelo valor pago pela caçamba. Considerado isto, o estudo apresenta uma metodologia de cálculo, com aplicação em exemplo hipotético, para determinar o real custo da geração de resíduos e compara-lo com o valor padrão que vem sendo utilizado para contabilizar os gastos com os resíduos gerados. Como resultado foi obtido que 21,26% do custo total do empreendimento hipotético está associado à geração de resíduos, sendo também demonstrada a discrepância entre o valor comumente considerado para transporte/destinação dos resíduos de R$ 167,75 para o custo real de R$ 7.766,31 por caçamba, evidenciando a necessidade de analisar toda a cadeia de produção civil e geração de resíduos.</p> 2019-02-17T09:40:30-05:00 Copyright (c) 2019 APPREHENDERE - Aprendizagem & Interdisciplinaridade