O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outro periódico; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word ou OpenOffice e segue o modelo do template fornecido por este periódico (não seguir as instruções do template implicará na rejeição do trabalho).
  • Os links ao longo do texto estão acessíveis e as URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O responsável pela submissão declara, sob as penas da Lei, que a informação sobre a autoria do trabalho é absolutamente completa e verdadeira.
  • A submissão de artigo implica compromisso de não submetê-lo a outro periódico e autoriza, caso aprovado, a sua publicação.
  • Considerando que o(s) autor(es) do texto concorda(m) com a publicação, sem que disso resulte remuneração, reembolso ou compensação de qualquer natureza, este periódico detém todos os direitos autorais.
  • Os artigos publicados são de responsabilidade dos autores não representando, necessariamente, a opinião da revista. A reprodução dos artigos, total ou parcial, pode ser feita desde que citada a fonte.
  • A responsabilidade por eventuais plágios nos trabalhos publicados é exclusivamente do(s) autor(es).

Diretrizes para Autores

Conforme § 3º da PORTARIA NORMATIVA No - 17, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2009 da CAPES, as publicações tecnológicas deste periódico seguem os critérios gerais para a avaliação e mensuração dos produtos tecnológicos definidos pela comissão nomeada pela CAPES (CAPES – Portaria 147, de 13/11/2015). São eles:

  • Aplicabilidade:  “faz referência à facilidade com que se pode empregar a Produção Tecnológica, a fim de atingir os objetivos específicos para os quais foi desenvolvida. Entende-se que uma produção que possua uma alta aplicabilidade apresentará uma abrangência elevada, ou que poderá ser potencialmente elevada, incluindo possibilidades de replicabilidade como produção técnica”.
  • Inovação: o “conceito de inovação é muito amplo, mas em linhas gerais, pode-se definir como a ação ou ato de inovar, podendo ser uma modificação de algo já existente ou a criação de algo novo".
  • Complexidade: “pode ser entendida como uma propriedade associada à diversidade de atores, relações e conhecimentos necessários à elaboração e ao desenvolvimento de produtos técnico-tecnológicos”.

Esses princípios apenas orientam a avaliação, não sendo restrições à aceitação do trabalho. Também não são os únicos critérios considerados, sendo avaliada a redação adequada e a formatação de acordo com template divulgado pelo Comitê Editorial, devendo o trabalho seguir as orientações abaixo sob pena de ser rejeitado pelo Comitê Editorial.

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. Formato A4 (210 x 297mm), fonte Arial, tamanho 12, espaçamento simples entre linhas, espaçamento de 6-pontos depois e 0-pontos antes, alinhamento justificado, nenhum recuo, todas as margens de 2,5 cm.
  2. Resumo no idioma do texto contendo até 300 palavras, em um único parágrafo, espaço simples entre linhas, seguido de três a cinco palavras-chave.
  3. Opcionalmente, se exisitr Abstract (resumo em inglês), este deverá obedecer às mesmas regras do resumo, seguido de três a cinco keywords.
  4. O arquivo para submissão deve seguir o template fornecido por este periódico.
  5. As páginas dos artigos devem estar numeradas de acordo com o template.
  6. As ilustrações e tabelas, acompanhados de cabeçalho centralizado, fonte dos dados abaixo e alinhada à esquerda, tudo em fonte Arial, tamanho 10.
  7. As citações devem acompanhar o critério autor/data, por exemplo, Dimaggio e Powell (2017), (DIMAGGIO e POWELL, 2017) ou Dimaggio e Powell (2017, p.34), conforme o caso.
  8. Para citações diretas é indispensável a indicação da página. Citações com até três linhas devem vir no próprio texto e entre aspas; com mais de três linhas devem ser destacadas com recuo de quatro centímetros da margem esquerda, em tamanho 10 fonte Arial, sem aspas.
  9. Anexos e apêndices somente devem ser empregados no caso de listas, estatísticas e outros elementos de suporte indispensáveis para o entendimento do texto.
  10. O trabalho deve conter, necessariamente e com estes nomes, em negrito e fonte Arial 14, espaçamento 18-pontos antes e depois, os tópicos (estrutura do template):
    RESUMO
    1. INTRODUÇÃO
    2. JUSTIFICATIVA
    3. EMBASAMENTO TEÓRICO
    4.DESENVOLVIMENTO DO PRODUTO
    5. RESULTADOS
    6. CONCLUSÕES E CONSIDERAÇÕES FINAIS
    REFERÊNCIAS
  11. O tópico 4 (DESENVOLVIMENTO DO PRODUTO) deve, necessariamente, conter um primeiro parágrafo nos moldes do exemplo a seguir (e a respectiva referência ao final), identificando o Eixo e Item nos quais se enquadram o trabalho apresentado (os Eixos e itens encontram-se listados abaixo): 
    • Considerando os critérios definidos pela Comissão instituída pela CAPES (BRASIL, 2015), o produto técnico objeto desse artigo se enquadra no Eixo Três – Divulgação da Produção, Item um – Apresentação de trabalho, uma vez que foi apresentado no evento realizado em outubro na Universidade de São Paulo: Prêmio INFI FEBRABAN 2017 para os melhores artigos em educação corporativa e acadêmica.
    • BRASIL. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES. Institui o Grupo de Trabalho (GT) de Mestrados Profissionais. Portaria n. 147, de 13 de novembro de 2015. Lex: Diário Oficial da União, Brasília, n.219, p. 18, 17 nov. 2015.
  12. O tópico 4, logo abaixo do parágrafo descrito no item anterior, deve conter o subtópico 4.1. METODOLOGIA, que se refere à metodologia de confecção do PRODUTO, e não à metodologia da pesquisa.

EIXOS e ITENS

EIXO 1 – Produtos e Processos: caracteriza-se pelo desenvolvimento de produto técnico ou tecnológico, passível ou não de proteção, podendo gerar ativos de propriedade industrial/ propriedade intelectual.

  • 1.Base de dados técnico-científica
  • 2. Carta, mapa ou similar
  • 3. Cultivar
  • 4. Curadoria de coleções biológicas
  • 5. Declaração de impacto de produção técnica ou tecnológica
  • 6. Declaração de interesse do setor empresarial em produção sob sigilo
  • 7. Desenho Industrial
  • 8. Desenvolvimento de material didático e instrucional
  • 9. Desenvolvimento de processo patenteável
  • 10. Desenvolvimento de produto patenteável
  • 11. Desenvolvimento de Tecnologia social
  • 12. Indicação geográfica
  • 13. Manual de operação técnica
  • 14. Marca
  • 15. Processo/Tecnologia não patenteável
  • 16. Processos de gestão
  • 17. Produção de acervos
  • 18. Software (Programa de computador)
  • 19. Protocolo tecnológico experimental/aplicação ou adequação tecnológica (ex. POP)
  • 20. Topografia de circuito integrado

EIXO 2 Formação: caracteriza-se por atividades de educação relacionadas a diferentes níveis de formação profissional, com público alvo interno ou externo a instituição de origem.

  • 1. Docência em atividade de capacitação, em diferentes níveis
  • 2. Criação de atividade de capacitação, em diferentes níveis
  • 3. Organização de atividade de capacitação, em diferentes níveis

EIXO 3 – Divulgação da produção: atividades relacionadas à divulgação da produção.

  • 1.Apresentação de trabalho
  • 2. Artigo em jornal ou revista de divulgação
  • 3. Artigo publicado em revista técnica
  • 4. Palestrante ou conferencista
  • 5. Participação em mesa redonda
  • 6. Participação em veículo de comunicação
  • 7. Prefácio ou Posfácio
  • 8. Produção de programas de mídia
  • 9. Produção de programas de veículos de comunicação
  • 10. Publicação - Nota prévia
  • 11. Resenha ou crítica artística
  • 12. Responsabilidade por Coluna em jornal ou revista
  • 13. Texto em catálogo de exposição ou de programa de espetáculo

EIXO 4: Serviços técnicos: serviços realizados junto à sociedade/instituições, órgãos governamentais, agências de fomento, vinculados à assistência, extensão, produção do conhecimento.

  • 1.Assessoria e consultoria
  • 2. Auditoria
  • 3. Avaliação de tecnologia, projeto, programa, institucional ou política
  • 4. Avaliação na área da saúde
  • 5. Certificação/Acreditação de produção técnica ou tecnológica
  • 6. Conservação/restauração
  • 7. Curadoria de mostras e exposições
  • 8. Elaboração de norma ou marco regulatório
  • 9. Elaboração de taxonomia, ontologias e tesauros
  • 10. Estudos de regulamentação
  • 11. Laudo técnico
  • 12. Membro de conselho gestor ou comitê técnico
  • 13. Organização de catálogo de produção artística
  • 14. Organização de evento
  • 15. Organização de livro, catálogo, coletânea e enciclopédia
  • 16. Organização de revista, anais (incluindo editoria e corpo editorial)
  • 17. Outro tipo de serviço técnico especializado
  • 18. Parecer de artigo de revista
  • 19. Parecer de trabalho
  • 20. Participação em comissão científica
  • 21. Participação em comissão técnico-científica
  • 22. Pesquisa de mercado
  • 23. Projetos de extensão à comunidade
  • 24. Relatório técnico conclusivo
  • 25. Serviço técnico associado à produção artística
  • 26. Tradução

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados neste periódico serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.